LinkedInEmailPrint

Dono de academia e filho dele foram indiciados por lesões corporais graves

academiaOs dois jovens de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano, que corriam risco de perder partes do corpo por conta da aplicação de polivitamínico usado em bois e cavalos, receberam alta do Hospital São Vicente. A jovem 22 e o rapaz 20 anos estavam internados há mais de um mês.

Um outro jovem que também teria usado o medicamento e já havia sido liberado disse, em depoimento à polícia, que a aplicação do produto aconteceu dentro da academia “Dinossauros”, onde eles malhavam.

O dono da academia e o filho dele – apontado pelos jovens como o responsável pela aplicação – negam a acusação. A academia está fechada há mais de 20 dias.

De acordo com o inquérito da Polícia Civil, o dono da academia e o filho foram indiciados por lesões corporais graves. O inquérito foi encaminhado para o Ministério Público, que vai decidir se aceitar ou não a denúncia, segundo a TV Bahia.

Correio24h

LinkedInEmailPrint