Política Trânsito

Justiça Federal dá prazo de 72 horas para que radares móveis voltem a funcionar em rodovias

Compartilhe essa postagem com outras pessoas...

A Justiça Federal em Brasília revogou a determinação de que a Polícia Rodoviária Federal suspenda a utilização de radares móveis nas rodovias do país. E determinou prazo de 72 horas para que a fiscalização eletrônica nas estradas seja restabelecida.Na decisão, o juiz Marcelo Gentil Monteiro, da 1ª Vara Federal Cível, atendeu a um pedido liminar feito pelo Ministério Público Federal e entendeu que a falta dos radares pode causar danos à sociedade.

A determinação de não usar mais radares móveis em rodovias estava em aplicação pela PRF desde agosto, depois da publicação de um despacho do presidente Jair Bolsonaro.

Na época , foram revogados atos administrativos sobre a atividade de fiscalização eletrônica de velocidade em rodovias e estradas federais.

Ainda cabe recurso dessa decisão ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

De acordo com a Agência Brasil, nesta quinta-feira (12), O presidente Jair Bolsonaro informou, que a Advocacia-Geral da União (AGU) vai recorrer da decisão da Justiça Federal em Brasília, que revogou a suspensão da utilização de radares móveis nas rodovias federais do país.

*Agência Brasil

  • mginformatica1
  • Tecno_provisóriook
  • manoelimportadosred

Banner Seu Menu (NÃO APAGAR)

banner-seumenu-blitz