Destaque Saúde

Saúde: Gritos de socorro ecoam na cidade

Compartilhe essa postagem com outras pessoas...

Os usuários da saúde pública na cidade de Conquista pedem socorro porque não conseguem atendimento adequado nos postos de atendimento do município e denunciam que o Call Center da Vigilância Epidemiológica não funciona adequadamente.

A UPA também não é poupada por muitos que procuram seus serviços. As reclamações são constantes.

Entre as principais reclamações estão:

Quase todos os casos de síndrome gripal não passam por testagem específica para covid-19, nem para dengue, nem para chicungunha. Na prática, os pacientes saem da unidade (UPA) sem diagnóstico específico, pois, na maioria dos casos, o exame que é feito (hemograma total) apenas indica possíveis causas caso apresente alterações. Exemplo: número baixo na contagem de plaquetas, que é comum aparecer no quadro clínico de dengue, chicungunha e covid-19.

A testagem para os próprios operadores da saúde é altamente deficitária, informam alguns profissionais;

Há quem tenha feito o exame para detectar o covid-19 por conta própria (particular ao custo de R$ 400,00), e, tendo-se constatada a infecção pela covid-19, o órgão competente foi avisado, mas a usuária não obteve retorno nem orientações, passada quase uma semana após realizada a notificação.

Há muito os serviços de saúde pública em Conquista são alvo de críticas severas, mas, pelo que se percebe, isso não acabou. O Blitz Conquista já tem feito denúncias sobre problemas no enfrentamento da pandemia (as subnotificações) desde o mês de março.

http://blitzconquista.com.br/falta-de-testes-para-covid-19-em-conquista-causa-angustia-e-indignacao-em-pacientes-suspeitos/

Enquanto o governo federal vem pregando o tratamento antecipado para pacientes infectados pela covid-19, veem-se denúncias de que em unidades básicas nem orientação correta é fornecida a pacientes.

 

  • mginformatica1
  • manoelimportadosred

Banner Seu Menu (NÃO APAGAR)

banner-seumenu-blitz