- Opinião e Artigos

Os foguetes fúnebres e o dia seguinte

*Por Paulo Pires
Nosso personagem de repente foi acometido por um pessimismo medonho. Baixou sobre ele um astral cinzento prenunciando uma hecatombe esportiva. Para não ver o jogo de ontem, abriu o portão de casa às 5 da tarde e de carro, subiu a Rua Mozart Cardoso no Bem Querer, entrou na Juca Barros, Jardim Candeias, subiu pela José Pereira, passou pela Idália Santos, desceu pela Paulo Amorim e voltou pela Juca Barros entrando de novo no Bem Querer. Passou pela porta de casa e rumou pelo...

Ainda seremos o “País do Futebol”?

*Por Daniel Simurro
Brasil e Futebol sempre foram companheiros inseparáveis, parceiros da alegria, que teve na Copa de 70 o seu ápice monumental com a conquista do tricampeonato mundial pela geração de craques comandados pelo Rei Pelé, que fizeram história no México consagrando o jargão “País do Futebol”. Aquela geração, que substituiu a dor e a decepção da Copa de 50, tinha o prazer de estufar o peito e dizer que o Brasil era dono do melhor Futebol do mundo e, realmente era...

Opinião do Professor Paulo Pires

GREVE: Um direito real do trabalhador e um erro social do líder ambicioso
Por Paulo Pires
O instituto da greve ainda permanece como instrumento de reivindicação ocupacional e é fruto de uma das mais sagradas conquistas do trabalhador nas sociedades avançadas. Desde sua utilização por trabalhadores franceses, insatisfeitos com os padrões de remuneração salarial e condições de trabalho que lhes eram impostas, a greve se apresenta como um instrumento mediador entre a realidade de quem...

OPINIÃO DO PAULO NUNES: O PSB e seu destino

Por Paulo Nunes
Nos anos 80 o PSB tomou forma em Vitória da Conquista. Três jovens idealistas e participantes de movimentos estudantis secundaristas (Genivan Neri, Gildelson Felício e José Carlos Rocha) davam à sociedade conquistense uma ideia da boa política, conduzida pela força da juventude, fundamental em qualquer luta. O tempo passou e em tentativas eleitorais a cargos legislativos nenhum dos três teve resultado positivo, o que foi lamentável, pois todos os três são preparados...

OPINIÃO: Servidor público faz críticas a crise na Segurança, a aplicação das leis e ao Governo

Fábio Ante ao caos instalado pela intransigência governamental, causada pela atual insegurança pública, cumpri-nos refrescar a memória dos críticos de plantão, haja vista, este país ser a muito tempo moradia do erro, do desacerto, da imoralidade e, principalmente dos desrespeitos ás leis e instituições públicas institucionalizadas. Avaliarmos de forma decrescente as muitas decisões, várias inclusive judiciais, não terem nenhum valor neste país. O Mensalão foi escândalo de...

Opinião do Frarlei Nascimento: DESINTELIGÊNCIA: prisão de Prisco dá munição para oposição e promove candidatura indesejada do grevista

DESINTELIGÊNCIA: prisão de Prisco dá munição para oposição e promove candidatura indesejada do grevista
Na política a lei tornou-se maleável a conveniência. Pelo menos é o que parece que está acontecendo no caso da crise na Segurança Pública da Bahia. Não se pode negar, que desde a greve de 2012, a assessoria do Governo demonstra falhas no controle das negociações com os PM’s. Prova disso foi a falta de argumentos para dar fim a uma greve, utilizando de provas Maquiavélicas...

Aumento dos assaltos no Nordeste faz povo pensar em novo cangaço

Surgimento de polícia vestida de uniforme cáqui lembra tempo das volantes.
Presidente do sindicato diz que bancários chegam a ser sequestrados.
O grande aumento nos assaltos a bancos no interior do Nordeste, assim como as explosões de caixas eletrônicos, faz algumas pessoas pensarem em um novo cangaço. O surgimento de uma polícia vestida de cáqui, com uniforme inspirado nos americanos da Guerra do Golfo, faz algumas pessoas lembrarem das volantes que perseguiam Lampião pela...

Animais nas ruas, povo exposto ao perigo

A presença de animais na zona urbana de Vitória da Conquista parece ser permanente, mas, ao contrário do que acontece nas exposições agropecuárias, como a recente Expoconquista 2014, quem fica exposta é a população: ao perigo que oferecem os jumentos, jegues, cavalos, mulas e até bois e vacas que circulam pela cidade.
Entretanto, a forma como o problema dos animais transitarem livremente pelas vias urbanas é tratado leva a opinião pública pensar que a solução virá – ainda que...

Banner Seu Menu (NÃO APAGAR)

banner-seumenu-blitz

manuel-importados